Blefarite

O que é Blefarite?

Blefarite é uma inflamação não contagiosa da margem das pálpebras. É caracterizada pela produção excessiva de lipídeo (óleo), gerada por glândulas encontradas na pálpebra, criando uma condição favorável ao crescimento bacteriano e sua conseqüente inflamação. Pessoas com pele oleosa, caspa e olho seco têm maior incidência de blefarite.

Quais os sintomas?

  • Na pálpebra aparecem granulações parecidas com “caspinhas” que podem estender-se até os cílios;
  • Vermelhidão e inchaço das pálpebras;
  • Sensação de corpo estranho;
  • Ardência e lacrimejamento;
  • Prurido (coceira);
  • Fotofobia;
  • Diminuição da visão;
  • Pode levar à perda dos cílios.

Qual o tratamento?

O tratamento mais comum envolve 3 componentes essenciais:
Primeiro: os pacientes são aconselhados a aplicar compressas mornas sobre as pálpebras para estimular a desobstrução e a limpeza das glândulas palpebrais.
Segundo: a limpeza mecânica das pálpebras e dos cílios é essencial para a remoção de material aderente, como as “caspinhas” e bactérias. Muitos profissionais recomendam o uso de xampu neutro ou produtos oftalmológicos específicos para tornar a higiene mais eficaz.
Terceiro: as pomadas antibióticas com associação de esteroides e lubrificantes são aplicadas nos olhos após as higiene das pálpebras. Devido às possíveis complicações de glaucoma pelo uso em longo prazo de esteroides tópicos nos olhos, elas devem ser utilizadas com cautela. É comum pacientes com pele oleosa apresentarem recidivas após o tratamento.


© 2016 Instituto de Oftalmologia de Araucária - Todos os direitos reservados